Layout da loja: 5 dicas para melhorar a sensação de espaço

Layout da loja: 5 dicas para melhorar a sensação de espaço

No ramo do varejo, dependendo da experiência que as pessoas tiverem no estabelecimento, elas podem comprar ou não determinados produtos. Mas você sabia que, nesse processo, o principal influenciador pode ser a aparência da loja? Essa característica funciona como um cartão de visitas, incumbida de atrair consumidores e convencê-los a comprar.

Conheça, neste post, 5 dicas para melhorar o layout da loja e vender mais. Acompanhe!

1. Vitrines atrativas

A vitrine é a primeira forma de conquistar clientes: ela precisa saltar aos olhos assim que eles passam na frente da sua loja. Por esse motivo, é fundamental estar ligado às tendências e ao gosto do seu público. Conheça-o a fundo e crie uma apresentação direcionada a ele.

Reúna os produtos que combinam, faça as pessoas se imaginarem usando aquela mercadoria. Uma abordagem eficiente usada pelos especialistas em vitrines é a utilização de uma técnica conhecida como “regra de três”, na qual os produtos são organizados em grupos de três. Um bom exemplo é a exposição de manequins por altura, um mais baixo, um médio e um mais alto.

Utilizar refletores em cantos estratégicos para destacar os produtos da vitrine também é uma maneira bastante eficiente de fazer com que os clientes visualizem todos os itens com facilidade.

2. Produtos próximos da porta da loja

Por mais que todas as mercadorias estejam bem organizadas na área interna da sua loja, se as pessoas não puderem vê-las não vão se interessar. Como você tem somente alguns segundos para chamar a atenção de quem passa, deixe os produtos mais atrativos próximos da porta para que os clientes queiram entrar.

3. Decoração interna

Uma vez que o público e o produto estão definidos, é essencial que a decoração do ambiente interno esteja devidamente harmonizada com a fachada e a vitrine da loja. É por meio dela que você mostrará a imagem da sua marca, portanto, escolha as mobílias que mais combinam com os itens que você comercializa.

Para isso, estude o local antes para não encher demais a loja com objetos que podem atrapalhar o fluxo de clientes. Sendo assim, aproveite cada canto do espaço com inteligência e o valorize.

4. Iluminação e climatização

O empreendedor que não dá atenção devida à iluminação e à climatização da sua loja pode perder muitas vendas. Som ambiente e luz do provador, por exemplo, são pontos que podem elevar, sim, as vendas. Porém, você deve tomar um certo cuidado, pois a música deve ser compatível com seu público-alvo. Por exemplo, se são clientes mais velhos, escolha faixas que atendam a esse público; se for um grupo de pessoas mais amplo, tenha cautela para não desagradar ninguém.

Também vale citar que um local com cheiro agradável sempre deixa boas lembranças nos clientes e pode funcionar como um diferencial para sua loja. Para você ter uma ideia, algumas marcas desenvolvem suas próprias fragrâncias para potencializar essa estratégia sensorial.

5. Atualização periódica do layout

Se você achou o layout ideal para sua loja, esteja pronto para alterá-lo em breve. Isso é indispensável por dois motivos: o primeiro é que sua demanda pode passar por mudanças. O segundo motivo é que manter sempre o mesmo design por muito tempo fará com que os clientes que já contemplaram o arranjo não se sintam mais instigados em entrar no seu estabelecimento novamente.

Assim, quando você muda o layout periodicamente, o que ocorre é que sua loja estimula um interesse natural do público em conhecer quais são as novidades, podendo gerar mais vendas.

Portanto, o layout da loja é um fator crucial para o sucesso do seu empreendimento, uma vez que é responsável por atrair clientes e também por aumentar a taxa de conversão. Ao oferecer um espaço útil, atrativo e atualizado, você venderá mais com muito menos esforço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *